Diplomata britânico é acusado de espionagem por autoridades russas

Um diplomata britânico foi acusado de espionagem pelas autoridades russas, anunciou nesta sexta-feira uma porta-voz do Ministério britânico das Relações Exteriores à AFP.

AFP |

Segundo a porta-voz, Christopher Bowers, o atual diretor da Agência para o Comércio e o Investimento (UKTI), encarregada do comércio internacional dos britânicos, foi acusado de espionagem, sem maiores detalhes.

"Posso confirmar as acusações de espionagem lançadas pelas autoridades russas contra um dos membros da embaixada britânica", disse.

"Não comentamos questões de inteligência", acrescentou.

A agência de notícias russa Interfax havia informado pouco antes, na quinta-feira, citando uma fonte anônima dos serviços de inteligência, que algumas das atividades de Bowers suscitavam interrogações, em particular sua suposta reunião com ativistas dos direitos humanos do norte do Cáucaso.

As relações entre Grã-Bretanha e Rússia atravessam um período conturbado, sobretudo depois do envenenamento com polônio do ex-agente russo Alexander Litvinenko, que havia se tornado um crítico do Kremlin, em novembro de 2006, em Londres.

O primeiro-ministro britânico Gordon Brown explicou na quinta-feira que havia dito ao presidente russo Dmitri Medvedev, durante seu encontro de segunda-feira durante a reunião do G8, no Japão, que as investigações pela morte do ex-agente russo Alexandre Litvinenko "não serão encerradas" assim como estão.

psr/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG