Dinamarca prende mais de 60 por ações de apoio a protestos na Grécia

Copenhague, 11 dez (EFE).- A Polícia dinamarquesa deteve na noite desta quarta-feira em Copenhague 62 pessoas que tinham protagonizado várias ações em apoio aos protestos na Grécia pela morte de um jovem de 15 anos pelas mãos da Polícia.

EFE |

Um porta-voz policial informou hoje que todos os detidos já tinham sido postos em liberdade e que as detenções tinham um caráter preventivo, para evitar incidentes maiores após os primeiros enfrentamentos com as forças de segurança.

Cerca de 200 manifestantes se reuniram ontem no centro de Copenhague com o objetivo de iniciar uma passeata até a Embaixada da Grécia, mas o protesto foi dissolvido pela Polícia por não ter sido autorizado previamente.

Aproximadamente 100 pessoas conseguiram se reagrupar mais tarde para formar uma nova manifestação, que também foi dissolvida.

Um porta-voz dos manifestantes criticou o uso de cachorros e o uso da "violência indiscriminada" da Polícia.

Várias cidades européias como Barcelona, Berlim, Londres, Madri e Paris registraram nos últimos dias ações de solidariedade com os protestos na Grécia. EFE alc/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG