Dilma: Eleição de Graziano reconhece política social brasileira

Presidenta emitiu nota em que comemorou a escolha do brasileiro para o posto de diretor-geral da FAO

iG São Paulo |

AFP
O brasileiro José Graziano, durante votação para a direção-geral da FAO, na Itália
A presidenta Dilma Rousseff comemorou neste domingo a eleição de José Graziano da Silva, ex-ministro extraordinário para a Segurança Alimentar e Luta contra a Fome, como novo diretor-geral da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO). Em nota, Dilma afirmou que eleição evidencia o reconhecimento internacional pelas políticas de combate à fome aplicadas no Brasil.

"A vitória do candidato brasileiro reflete, igualmente, o reconhecimento pela comunidade internacional das transformações socioeconômicas em curso em nosso País - que contribuem de forma decisiva para a democratização de oportunidades para milhões de brasileiras e brasileiros -, bem como o compromisso do Brasil de inserir o combate à fome e à pobreza no centro da agenda internacional", escreveu Dilma.

Dilma teceu elogios a Graziano, que contou com uma campanha intensiva liderada por Dilma e pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para que seu nome fosse escolhido na diretoria-geral da FAO. Lula empenhou-se pessoalmente na promoção de Graziano, recorrendo até mesmo a artigos na imprensa internacional elogiando o trabalho do antigo auxiliar. 

Referindo-se a Graziano como seu "amigo", Dilma destacou a "reconhecida contribuição" do ex-ministro na "formulação da bem-sucedida estratégia governamental de assegurar o direito dos povos à alimentação". Ela ressaltou ainda suas "sólidas credenciais acadêmicas" e seu "profundo conhecimento da FAO".

    Leia tudo sobre: FAOeleiçãojosé grazianoONU

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG