TEGUCIGALPA - A nova rodada de conversas agendadas para esta quarta-feira para solucionar a crise em Honduras foi adiada à espera de uma nova proposta do presidente da Costa Rica, o mediador Oscar Arias, informou o chanceler interino de Honduras, Carlos López.


No entanto, López e outra integrante da delegação, Vilma Morales, afirmaram que "a mediação continua" e que a comissão está disposta a viajar à Costa Rica para ouvir um novo plano de Arias.

"Estou esperando por uma nova proposta dele (Arias) para continuar trabalhando. Tenho instruções do presidente (de facto Roberto) Micheletti para continuar trabalhando", disse López a um canal local de televisão.

A segunda rodada de negociações fracassou no domingo passado. As partes não concordaram sobre o retorno ao poder do presidente deposto, Manuel Zelaya, o que o governo interino considera inaceitável. Arias pediu mais 72 horas, que vencem nesta quarta-feira.

Zelaya, por sua vez, reafirmou que planeja seu retorno ao país a partir de quinta-feira, apesar das ameaças de detenção do governo interino, e pediu aos Estados Unidos que intensifique as sanções contra os autores do golpe.

(Com informações de Reuters e EFE)

Leia também:


Leia mais sobre Honduras




    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.