Diálogo palestino será retomado em 1º de abril em Sharm el-Sheikh

Cairo, 24 mar (EFE).- As autoridades do Egito informaram ao presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, que o diálogo palestino será retomado em 1º de abril na localidade egípcia de Sharm el-Sheikh, em vez de amanhã, no Cairo.

EFE |

Fontes palestinas da Liga Árabe, que pediram para não serem identificadas, disseram à Agência Efe que o adiamento da reunião diz respeito a um pedido do movimento islâmico Hamas.

Este grupo preferiu adiar o diálogo "para que não seja objeto de pressões árabes e termine antes da realização na próxima segunda-feira da cúpula árabe em Doha", disseram as fontes.

Segundo as fontes, o Egito apresentará na cúpula um relatório detalhado sobre o resultado das conversas entre as diferentes facções palestinas, que começaram em 10 de março, no Cairo, e foram suspensas na quinta-feira passada, e as dificuldades que põem obstáculos ao diálogo de reconciliação.

Em 19 de março, os líderes de 13 facções palestinas, entre eles representantes do Fatah e do Hamas, concluíram a primeira rodada de um diálogo que tem como objetivo principal definir um Governo de união nacional e preparar as eleições gerais e presidenciais de janeiro de 2010.

As negociações foram encerradas sem colocar fim a um acordo, devido, fundamentalmente, a duas desavenças: a composição da plataforma do Executivo de unidade e os detalhes das eleições.

As diferenças maiores são entre o Hamas e o Fatah, grupo majoritário da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), que é liderada por Abbas.

O Hamas, após ganhar as eleições legislativas, em janeiro de 2006, tomou pela força a Faixa de Gaza, em junho de 2007, e expulsou as forças leais ao Fatah, que continua governando na Cisjordânia.

EFE hh/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG