Dezoito talibãs executados no noroeste do Paquistão

Dezoito talibãs foram executados, ao que tudo indica por moradores, na região noroeste do Paquistão, onde o Exército luta contra combatentes islamitas vinculados à Al-Qaeda, anunciaram as autoridades locais.

AFP |

"Os corpos de 18 combatentes islamitas foram encontrados em locais diferentes do distrito de Swat, que o Exército reconquistou recentemente após uma vasta ofensiva", declarou à AFP um oficial militar que pediu anonimato.

O principal diretor administrativo do distrito, Atif ur Rehman, confirmou a descoberta fúnebre, mas não divulgou detalhes sobre as causas das mortes.

"Foram executados rapidamente a tiros com moradores que temiam seu retorno", completou a fonte militar, antes de explicar que os talibãs não morreram em operações do Exército.

As cabeças de alguns insurgentes foram esmagadas com martelos, acrescentou.

Os talibanes vinculados à Al-Qaeda conquistaram em 2007 o vale de Swat, 120 km ao noroeste de Islamabad.

Os islamitas desejavam uma aplicação estrita da sharia (a lei islâmica) e cometiamn abusos e execuções sumárias.

Em abril, o Exército lançou uma vasta ofensiva na região sob a pressão intensa de Washington, de quem Islamabad é um aliado chave na "guerra contra o terrorismo".

Alguns moradores de vilarejos do vale formaram milícias para perseguir e matar os talibãs.

la-mmg/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG