Dezoito supostos terroristas estrangeiros foram detidos na província muçulmana de Xinjiang, no noroeste da China, onde na segunda-feira ocorreu um atentado que custou a vida de 16 policiais, informaram nesta terça-feira as autoridades.

"A polícia de Xinjiang deteve 18 terroristas originários do exterior", declarou à imprensa Shi Dagang, secretário do Partido Comunista chinês de Kashgar, a cidade quem foi realizado o atentado.

dma/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.