Dezoito salafistas são condenados à prisão por tribunal tunisiano

Túnis, 12 abr (EFE).- Dezoito tunisianos acusados de terrorismo de inspiração salafista foram condenados hoje de um a oito anos de prisão por um tribunal de primeira instância da Tunísia, informaram fontes judiciais.

EFE |

Segundo a ata de acusação, os condenados tinham formado um núcleo extremista na região de Sidi Buzid, ao oeste da capital tunisiana, e cometeriam uma série de atentados, sobre os quais não deram detalhes.

Seis foram condenados a oito anos de prisão, três a seis anos, outros três a quatro, e o resto a um ano. No grupo, estava outro suposto terrorista, que foi inocentado.

A acusação indicou que o ideólogo era um indivíduo chamado Khatib Bujari, de 53 anos, que se filiou ao movimento jihadista durante sua estadia na Arábia Saudita, entre 1985 e 1994. EFE mo/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG