Dezessete civis afegãos, entre eles mulheres e crianças, morreram na quinta-feira, em uma operaçao militar no sul do Afeganistão, informaram fontes oficiais afegãs.

Um prédio que abrigava três famílias desabou em conseqüência de um bombardeio aéreo e disparos de fogues na província da Helmand, reduto dos talibãs, declarou Daud Ahmadi, porta-voz do governador provincial.

Daud Ahmadi não indicou se no ataque estavam envolvidas nas tropas internacionais, as forças de segurança afegãs ou os talibãs.

No entanto, os habitantes da região assinalaram que foi um ataque aéreo das forças internacionais que deixou 25 mortos.

str-wm/cn

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.