Dezesseis pessoas morreram vítimas de um bombardeio no Sri Lanka, alguns eram pacientes e outros faziam parte da equipe de saúde, informou nesta terça-feira o Comitê Internacional da Cruz Vermelha.

A instalação de Putumattalan (norte do Sri Lanka) foi bombardeada na segunda-feira, assinalou o Comitê em comunicado sem citar os responsáveis pelo ataque, numa região onde as tropas do governo de Colombo enfrentam os rebeldes separatistas tâmeis há semanas.

"Estamos surpreendidos de que os pacientes não gozem da proteção que deveriam ter", declarou Paul Castella, chefe da delegação da Cruz Vermelha em Colombo.

Leia mais sobre bombardeio

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.