Dezenas de guerrilheiros colombianos deixam as armas, diz Exército

BOGOTÁ - Militares colombianos informaram hoje que 45 membros do Exército Revolucionário Guevarista (ERG), dissidente do Exército de Libertação Nacional (ELN), entregaram as armas, após um acordo de desmobilização assinado com o Governo.

EFE |

Uma fonte da Quarta Brigada do Exército disse à Agência Efe que entre os desmobilizados está "Cristóbal", líder e fundador desse grupo guerrilheiro.

Segundo a fonte, o ato formal de desmobilização acontecerá nas próximas horas perante autoridades do Governo colombiano, da Igreja Católica e do Alto Comissario para a Paz, Luis Carlos Restrepo.

Os rebeldes entregaram 30 fuzis, uma metralhadora M-60, um morteiro, um lança-granadas MGL, duas pistolas nove milímetros, 10 rádios de comunicações, duas minas terrestres, 22 granadas, um computador e 5.981 cartuchos de diferentes calibres.

Os desmobilizados atuavam nos departamentos (estados) de Chocó e Antioquia e em parte de Risaralda.

Na semana passada, o Governo colombiano revelou que em 2 de agosto havia assinado um acordo para o desmantelamento do ERG.

O ERG nasceu nos anos 90 como dissidência do ELN e, no início, era integrado por cinco frentes, cada uma conformada por grupos de 15 a 20 combatentes.

    Leia tudo sobre: bogotá

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG