Dez pessoas morrem e mais de 250 ficam feridas no terremoto do Japão

Tóquio - Pelo menos dez pessoas morreram e mais de 250 ficaram feridas pelo terremoto que aconteceu no sábado em uma ampla região do nordeste do Japão, enquanto continua a busca de pelo menos 12 desaparecidos, informaram hoje as autoridades locais.

EFE |

As equipes de resgate encontraram hoje o corpo da décima vítima do terremoto de 7,2 graus na escala aberta de Richter que sacudiu as províncias de Iwate, Miyagi e Fukushima, na ilha japonesa de Honshu, embora não tenha motivado a emissão de um alerta de tsunami.

O corpo foi achado entre os escombros de um hotel em Kurihara, na província de Miyagi, segundo a agência local de notícias "Kyodo".

Cerca de 2.300 pessoas, alguns pertencentes as Forças de Autodefesa nacionais, continuam hoje os trabalhos de busca e resgate nas áreas mais afetadas pelo tremor.

O terremoto, cujo epicentro foi situado a 8 quilômetros de profundidade, aconteceu às 8h43 do sábado (20h43 de Brasília da sexta-feira).

Trata-se do terremoto mais forte que sacode o Japão desde o ocorrido em agosto de 2005, que também teve uma magnitude de 7,2 na escala Richter.

O Japão fica em uma das zonas sísmicas mais ativas do mundo. O terremoto mais grave ocorrido em anos recentes foi em Kobe em 17 de janeiro de 1995, com uma magnitude de 7,3 graus na escala Richter, deixando mais de 6.000 mortos.

Leia mais sobre: terremotos

    Leia tudo sobre: japãoterremoto

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG