Dez pessoas morrem e 17 ficam feridas em ataque suicida no Iraque

Bagdá - Pelo menos 10 pessoas morreram hoje e outras 17 ficaram feridas por causa da explosão perpetrada por uma suicida em um mercado popular em Baquba, 65 quilômetros ao noroeste de Bagdá, informaram à Agência Efe fontes policiais.

EFE |

Uma mulher levava um cinto de explosivos que detonou no mercado de Mafraq, quando estava cheio de gente e em plena atividade.

Entre os mortos há mulheres e crianças, explicaram as fontes, acrescentando que se trata de uma apuração inicial, por isso que o número de vítimas poderia aumentar.

Este ataque é o 17º perpetrado por uma suicida nos últimos seis meses na província de Diyala, segundo dados do governo provincial desta região multiétnica.

As equipes de resgate levam neste momento os feridos aos hospitais mais próximos, disseram testemunhas.

Diyala, localizada ao leste de Bagdá, se transformou em uma das províncias mais castigadas pela violência no Iraque, especialmente pelos grupos insurgentes sunitas, liderados pela Al Qaeda.

No dia 22 de junho, 15 pessoas morreram e mais de 40 ficaram feridas em outro atentado perpetrado por uma mulher suicida, que detonou um cinto de explosivos, também em Baquba.

A Al Qaeda fez de Diyala uma de suas principais fortificações, após sofrer o assédio das milícias de voluntários sunitas chamadas "conselhos de salvação" em outras províncias como Al-Anbar.

    Leia tudo sobre: iraque

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG