Dez morrem em ataque de Papai Noel de Los Angeles

Por Gina Keating LOS ANGELES (Reuters) -Dez pessoas morreram em uma chacina na sexta-feira, véspera de Natal, feita por um homem fantasiado de Papai Noel que abriu fogo em uma festa na casa de seus ex-sogros antes de atiçar fogo à casa, disse a polícia.

Reuters |

Bruce Jeffrey Pardo, 45 anos, disparou contra mais de vinte convidados antes de botar fogo na casa em Covina, subúrbio a 37 quilômetros do centro de Los Angeles.

Pardo atirou no rosto de uma menina de 8 anos quando ela abriu a porta para ele, disparando em seguida indiscriminadamente contra os convidados que tentavam fugir.

Depois, ele cometeu suicídio e seu corpo foi encontrado na casa de seu irmão.

"Ele morreu por causa de ferimentos que ele mesmo causou. Acreditamos que havia uma disputa conjugal", disse a jornalistas o tenente Pat Buchanan, da Polícia de Covina.

Acredita-se que ex-mulher de Covina, Sylvia, de 43 anos, e seus pais estejam entre as vítimas.

O legista disse que alguns corpos encontrados na casa estão muito queimados e terão que ser identificados pela arcada dentária.

A polícia disse que não sabe quantas vítimas morreram por tiros e quantas pelo fogo.

DISPOSITIVO INCENDIÁRIO CASEIRO

As autoridades isolaram a casa queimada na sexta-feira e armaram uma barraca e um trailer para tratar das provas, enquanto faziam buscas nos destroços. Caminhões-guincho retiraram do local veículos queimados que pertenciam a pessoas mortas ou feridas na chacina.

O suspeito, carregando duas armas e um dispositivo incendiário caseiro, começou a atirar assim que entrou na casa, disse Buchanan.

A casa, que pertencia aos pais da ex-mulher de Pardo, estava em chamas quando a polícia chegou.

Duas pessoas estavam feridas por tiros, a menina de 8 anos que abriu a porta e uma garota de 16 anos que foi atingida nas costas enquanto convidados fugiam da casa. Alguns pularam de uma janela no primeiro andar, disse a polícia. As duas meninas não correm risco de morrer.

Testemunhas disseram que Pardo tirou sua fantasia de Papai Noel depois de atirar e fugiu em roupas normais.

Pardo não tinha ficha na polícia e era diácono na sua igreja católica. Ele e sua ex-mulher recentemente tiveram um divórcio litigioso depois de um ano de casamento, disse a polícia.

A polícia descobriu 10 mil dólares e uma passagem de avião no corpo de Pardo. A polícia também achou um carro que ele havia alugado e instalado com explosivos a cerca de um quarteirão da casa de seu irmão. Uma bomba e 300 rodadas de munição de revólver explodiram e destruíram o veículo enquanto a polícia tentava desativar a bomba.

Equipamento para a fabricação de bombas também foi encontrado na casa de Pardo, no calmo subúrbio de Montrose, 21 quilômetros ao norte do centro de Los Angeles.

(Reportagem adicional de Fred Prouser e Deena Beasley)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG