Os governos europeus devem preparar um plano de resgate de seu setor bancário que possa ser utilizado em caso de emergência, afirmou nesta quarta-feira Josef Ackermann, presidente do Deutsche Bank, o maior banco da Alemanha.

"Se os Estados Unidos aprovarem um plano de resgate, a Europa também deveria estar disposta a proporcionar soluções similares", declarou Ackermann.

Os bancos e os governos devem dar uma resposta aos riscos sistêmicos dos mercados financeiros, insistiu, recordando a importância de estabilizar os mercados e fazer com que a confiança retorne.

Mais cedo o presidente do Eurogrupo, Jean-Claude Juncker, insistiu que a Europa não precisa de um plano de resgate como o americano porque seu sistema bancário não está no mesmo "estado dramático".

str/cm/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.