Detidos responsáveis por incêndio em fábrica no Marrocos

Foram detidos neste domingo os responsáveis pelo incêndio na fábrica de colchões e móveis em Casablanca que causou a morte de 55 pessoas, devido à falta de manutenção dos equipamentos, portas bloqueadas e outras negligências.

AFP |

"O proprietário Adil Mufarreh e seu filho, Abdelali Mufarreh, gerente da fábrica, foram detidos depois de interrogados pela polícia", confirmou uma fonte oficial.

A perícia continuava com as investigações para estabelecer as causas exatas da tragédia, que segundo a proteção civil foi causada por um curto-circuito.

No total, 55 pessoas morreram e 17 ficaram feridas, de acordo a agência de notícias marroquina MAP.

A proteção civil afirmou que a fábrica, localizada em Casablanca, a capital econômica do Marrocos, não cumpria nenhuma norma de segurança.

"É um edifício de quatro andares especializado na fabricação de móveis e repleto de produtos inflamáveis", afirmou o comandante regional de proteção civil, Mustafah Tauil.

"Constatamos na investigação que os responsáveis não respeitavam as normas para esse tipo de indústria, como o treinamento e a formação dos funcionários", explicou.

str/cl/fp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG