Detidos netos de aiatolá dissidente e vários filhos de clérigos

Teerã, 16 set (EFE).- Três dos netos do aiatolá dissidente Hossein Mortazeri e vários filhos de destacados clérigos da cidade santa xiita de Qom foram detidos após participar de uma concentração religiosa, informa hoje a imprensa local Segundo Ahmad Montazeri, filho do aiatolá dissidente, seus três filhos foram detidos na segunda-feira passada pela tarde por ordem do tribunal especial diante da porta de sua própria casa.

EFE |

"Os agentes disseram que a detenção se deve à participação dos meus filhos em uma concentração diante da casa de grande aiatolá Youssef Sanei", um dos clérigos mais importantes do Irã, que critica com dureza ao atual Governo, explicou.

"As autoridades também detiveram a várias outras pessoas, entre elas filhos de destacados clérigos como o aiatolá Hossein Moussavi Tabrizi", acrescentou.

Ahmad Montazeri, que cita o diário "Armam", diz que todos eles tinham se concentrado frente à casa do aiatolá Sanei, em Qom, para participar da comemoração da morte há quase 1.400 anos do ímã Ali, fundador do xiismo.

O grande aiatolá Hussein Mortazeri foi designado sucessor do aiatolá Ruhollah Khomeini, fundador da República Islâmica, mas foi afastado do cargo pelo próprio líder iraniano devido a desacordos políticos.

Desde então, vive sob prisão domiciliar em uma população próxima à cidade de Isfahan, no centro do país.

Mortazeri também criticou com dureza os últimos eventos no Irã, incluída a reeleição do presidente, Mahmoud Ahmadinejad, que a oposição reformista qualificou de fraudulenta.

Esta semana, diversos meios de comunicação iranianas publicaram que o escritório de Ahmadinejad tinha apresentado um processo contra o grande aiatolá Sanei por injúrias. EFE msh-jm/fk

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG