Roma, 24 ago (EFE).- A Polícia da Itália deteve hoje o foragido Giuseppe Bastone, considerado o chefe do narcotráfico do clã dos Scissionisti da Camorra napolitana, e contra quem havia uma ordem de busca e captura pela Justiça italiana desde o final de 2008, informaram fontes policiais.

Bastone, que teria relações com cartéis das drogas sul-americanos, foi detido no bairro napolitano de Scampia, onde os agentes acreditam que passou os últimos meses, apesar de que, em um primeiro momento, chegaram a procurá-lo na Espanha, país com o qual a Camorra tem grandes vínculos.

O suposto mafioso, que vivia em um bunker onde foi surpreendido hoje pelos agentes, era alvo de uma ordem busca e captura por pertencer a associação criminosa de tipo mafiosa, em virtude de uma recente investigação contra o clã dos Scissionisti.

Os investigadores acham que Bastone passou todos estes meses no bunker, um local de três por três metros no qual havia um minifrigorífico, uma televisão e um DVD player, e que era ligado a um descampado por um túnel de cerca de 200 metros de comprimento.

Após saber da detenção, o ministro da Defesa da Itália, Ignazio La Russa, emitiu um comunicado à imprensa expressando sua "satisfação" com a detenção de Bastone, um dos 100 foragidos mais perigosos do país. EFE mcs/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.