Detido suposto autor das ameaças a Sarkozy e outros políticos

Paris - Um homem detido como suposto autor de cartas com ameaças ao presidente francês, Nicolas Sarkozy, e a outros políticos, reconheceu no domingo à noite sua responsabilidade, informaram fontes policiais.

EFE |

O homem de 51 anos, que responde pelo nome de Thierry J., foi detido neste domingo em sua casa na localidade de Hépérian, perto de Montpellier (sul), no departamento de onde tinham saído as mensagens.

O principal elemento que colocou os policiais em sua pista - depois de ter sido detido há dez dias para ser interrogado, embora tenha sido posto em liberdade - foi a descoberta de seu DNA no selo da primeira carta, enviada em maio de 2007 ao prefeito de Lamalou les-Bains, próximo a Hépérian.

AFP
O suspeito, no momento da prisão
O suspeito, no momento da prisão


Na revista em sua casa foram encontrados vários lotes de munição, entre eles balas do mesmo tipo das quais tinham sido colocadas nos envelopes que continham os textos com as ameaças e também um esboço de carta com a assinatura "Cellule 34".

Essa era precisamente a até então desconhecida organização que assinava as 30 mensagens contra políticos.

Thierry J., que sofre de uma invalidez de 80% por causa de uma grave doença neurológica, estava desempregado.

Os policiais ventilavam após sua captura a hipótese que toda a operação tenha sido obra deste homem, que deve ser levado hoje mesmo para a sede da Subdireção Antiterrorista (SDAT) de Paris, a quem tinha sido encarregada a investigação.

Leia mais sobre: França

    Leia tudo sobre: cartafrançasarkozy

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG