Detido rebelde do ELN considerado o maior seqüestrador da Colômbia

Bogotá, 28 abr (EFE) - A Polícia colombiana deteve hoje em uma localidade vizinha à Venezuela um guerrilheiro do Exército de Libertação Nacional (ELN) considerado o maior seqüestrador do país, informaram fontes oficiais. O detido, Vidal Manosalva Niño, conhecido como Ernesto, foi encontrado depois de mais de um ano de trabalhos de informação e acompanhamentos, e detido em uma casa da localidade de Villa de Rosario, no departamento do Norte de Santander (nordeste). As autoridades colombianas disseram que Ernesto, da frente Edgar Amílkar Grimaldo Barón, teria seqüestrado dezenas de pessoas desde 2000, e por cada uma delas exigia somas entre US$ 5 milhões e US$ 10 milhões. Manosalva Niño é uma pessoa que está envolvida em mais de 25 seqüestros. É o maior seqüestrador que nós conhecemos na Colômbia, disse o coronel Humberto Guatibonza, comandante de um corpo especial contra o seqüestro da Polícia colombiana.

EFE |

EFE rrm/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG