Detido rebelde das Farc envolvido em sequestro de americanos

A Polícia colombiana deteve em Bogotá um dos guerrilheiros das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) envolvido no sequestro dos três americanos resgatados na Operação xeque, em julho de 2008.

EFE |

Segundo o chefe da Direção de Investigação Criminal da Polícia Nacional (Dijín) colombiana, general Luis Gabriel Ramírez, José Armando Cadena Cabrera, conhecido como "Bronco", foi detido na sexta-feira. Ele também é acusado pelo assassinato de outro americano e de um militar colombiano.

Segundo as autoridades da Colômbia, Cabrera pertence à coluna móvel "Teófilo Forero" das Farc e fez parte da equipe dessa facção de elite rebelde que em 13 de fevereiro de 2003 derrubou a aeronave que transportava os americanos, contratistas dentro do chamado Plano Colômbia.

O pequeno avião foi atacado quando sobrevoava as montanhas do departamento (estado) de Caquetá com quatro americanos e um colombiano a bordo.

Os rebeldes mataram o americano Thomas Jannis e o colombiano Luis Alcides Cruz, suboficial do Exército, e sequestraram Keith Stansell, Marc Gonsalves e Thomas Howes.

As Farc incluíram os três em uma relação de reféns que poderiam ser trocados por insurgentes presos, formada também por 50 políticos e membros da Polícia da Colômbia.

No entanto, os três americanos foram resgatados pelo Exército colombiano em julho de 2008 junto com a franco-colombiana Ingrid Betancourt e 11 militares e policiais colombianos, na chamada Operação Xeque.

Leia mais sobre: Farc

    Leia tudo sobre: colômbiafarcguerrilha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG