Detido por insultar presidente polonês pode pegar 3 anos de prisão

Varsóvia, 21 out (EFE).- A Polícia polonesa deteve um homem de 32 anos, acusado de insultar o presidente Lech Kaczynski em sua visita à província de Lublin (leste do país), e com isso poderia pegar até três anos de prisão, informou hoje a rádio pública da Polônia.

EFE |

O incidente ocorreu no domingo passado, quando o detido, Przemyslaw D., gritou e insultou o chefe do estado, que naquele momento realizava um percurso pelas ruas desta cidade.

O detido afirma que agiu sob a influência do álcool e pediu desculpas a Kaczynski, a quem, garante, não tentou difamar em nenhum momento, apesar dos xingamentos.

De acordo com a legislação polonesa, se os fatos ficarem provados, este homem poderia passar até três anos na prisão. EFE nt/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG