Detido o segundo homem mais rico da China

O dono da Gome, a maior rede chinesa de distribuição de material elétrico e eletrônico, foi detido como suspeito de manipulação do mercado, afirmaram os meios de comunicação oficiais nesta segunda-feira.

Redação com agências internacionais |

O empresário Huang Guangyu, dono de uma fortuna de 43 bilhões de iuans (US$6,1 bilhões), é o segundo homem mais rico da China segundo a revista Forbes. Já a publicação asiática Hurun, o aponta como o primeiro.

A polícia está questionando Huang sobre transações que ele fez com ações da empresa de seu irmão mais velho, a farmacêutica Shandong Jintai Group, listada na bolsa de valores de Xangai.


Foto de arquivo mostra Huang Guangyu, dono da Gome / AP

Huang teria comprado papéis da Jintai no começo do ano passado antes da empresa anunciar que receberia uma injeção de capital de mais de 24 bilhões de iuan (US$3,5), o que fez o valor da ação subir ao preço recorde de 26.58 iuan no fim de agosto, quase oito vezes o valor de 3.16 iuan registrado em fevereiro.

Desde então a ação despencou e na sexta-feira passada valia 2,31 iuan a unidade. A cotação da Gome Electrical Appliances Holdings na Bolsa de Hong Kong foi suspensa nesta segunda-feira.

Bolsa de Hong Kong

O chinês de 39 anos construiu um império a partir da companhia fabricante de eletro-eletrônicos Gome, que é de capital aberto e tem ações negociadas na bolsa de valores de Hong Kong. Além de produzir os aparelhos, a marca tem uma rede de lojas com mais de 1,2 mil filiais e emprega mais de 200 mil pessoas.

De acordo com a revista de negócios Canjin, esta não é a primeira vez que os irmãos Huang estão na mira da polícia. No começo de 2006 Huang Guagyu e Huang Chungyam foram investigados por empréstimos ilegais no valor de 1,3 bilhão de iuans.

Na ocasião os irmãos não chegaram a ser detidos e a companhia anunciou que a investigação foi arquivada.

Leia mais sobre China - Bolsa de Valores


    Leia tudo sobre: bolsa de valoreschina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG