Detido no Iêmen preso da Al Qaeda que, mesmo internado, matou policial

(acrescenta detalhes sobre o detido). Sana, 7 mar (EFE).- A Polícia voltou a prender o integrante da Al Qaeda que matou um guarda e fez outros dois reféns em um hospital de Sana, a capital do Iêmen.

EFE |

O preso, que acabou baleado por agentes, tinha matado um dos três policiais que tomavam conta dele enquanto recebia tratamento no centro médico.

O Ministério do Interior afirmou em comunicado que o preso Sharif Mobaili é somali e tem nacionalidade alemã.

Fontes do hospital e da Polícia disseram que o prisioneiro tinha se entrincheirado no quarto em que estava com seus dois reféns.

O presidiário estava detido na prisão dos Serviços de Inteligência na capital iemenita e agora foi levado para um hospital militar. EFE ja/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG