O suposto chefe da organização separatista curda PKK na Europa, Nedim Seven, foi detido em junho na França por ter infringido o controle judicial a que estava submetido após uma acusação de financiamento do terrorismo, informou nesta sexta-feira uma fonte próxima ao caso.

Nedim Seven, 40 anos, havia sido detido em março pelas autoridades italianas com um falso passaporte diplomático no aeroporto de Roma quando se preparava para embarcar rumo à Armênia, segundo a imprensa italiana.

Considerado anteriormente como o "tesoureiro" do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) na Europa, Seven havia sido indiciado em fevereiro de 2007 junto com outras 14 pessoas por lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo.

mra/yw/sd

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.