Manila, 1 set (EFE).- A Polícia filipina anunciou hoje a captura de Haijer Sailami, membro do grupo terrorista Abu Sayyaf, implicado no sequestro de três americanos em 2001 e de outro turista no ano anterior.

Sailani foi detido na semana passada em um centro comercial da cidade de Cotabato, na ilha de Mindanao, ao sul do país, e conduzido depois a Manila, a capital, para ser interrogado.

O porta-voz da Polícia Nacional, Leonardo Espinho, disse em entrevista coletiva que Sailani também participou de dezenas de sequestros de professores e estudantes na ilha de Basilan, um dos redutos do Abu Sayyaf, grupo vinculado à organização terrorista Al Qaeda.

Os americanos sequestrados em maio de 2001 junto a outros 17 filipinos no hotel Dos Palmas, na turística ilha de Palawan, foram o casal Gracia e Martin Burnham e Guillermo Sobero, que foi decapitado.

Dos três americanos, só Gracia Burnham conseguiu ser resgatada com vida, após uma operação militar em junho de 2002.

Em 2000, segundo a Polícia, Sailani também participou do sequestro do americano Jeffrey Shilling, que conseguiu escapar de seus seqüestradores após oito meses de cativeiro.

O grupo Abu Sayyaf, criado em 1991 por ex-combatentes da guerra do Afeganistão contra a União Soviética, realiza sequestros e outros atos de extorsão no sul das Filipinas para financiar suas atividades. EFE mfr/fk

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.