Zamboanga (Filipinas), 7 ago (EFE).- Um suposto membro do Abu Sayyaf próximo ao líder deste grupo, que os Estados Unidos vinculam à rede terrorista da Al Qaeda, foi detido no sul das Filipinas, anunciaram hoje fontes militares Usman Asari Aldani, guarda-costas do suposto chefe do grupo terrorista, Isnilon Hapilon, foi detido na segunda-feira passada em um mercado de Isabela, cidade da província de Basilan e cerca de 900 quilômetros ao sul de Manila, a capital do país.

O tenente-coronel Edgard Arevalo, porta-voz do comando militar provincial, disse à imprensa que havia uma recompensa de 2 milhões de pesos (US$ 45.500) por Aldani, acusado de envolvimento em vários seqüestros e atentados.

As forças de segurança filipinas desenvolvem na região do sul do arquipélago uma campanha contra o Abu Sayyaf. EFE rp/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.