Detido em Frankfurt ruandês procurado por envolvimento em genocídio

Paris, 9 jul (EFE).- O ruandês Callixte Mbarushimana, reclamado pelo Governo de Kigali por suposto genocídio, assassinato, extermínio e criação de uma organização criminosa, foi detido pela Polícia de Alfândegas alemã no aeroporto de Frankfurt (leste da Alemanha), informou hoje a Interpol.

EFE |

Mbarushimana, detido em 7 de julho, era procurado pela Interpol, com sede o Lyon, no sul da França, por suposta "conexão" com o genocídio em Ruanda em 1994.

"Esta detenção ressalta o compromisso de todos os membros de Interpol para levar cada um destes fugitivos à Justiça", disse o diretor-executivo dos serviços policiais da organização, Jean-Michel Louboutin, em comunicado.

O genocídio em Ruanda, que ocorreu em 1994, custou a vida de cerca de 800.000 pessoas, na maioria membros da minoria tutsi, assim como hutus moderados, que foram massacrados por extremistas hutus.

EFE jaf/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG