Detidas mais de 800 pessoas por protestos durante Convenção Republicana

(atualiza com libertação de maioria de detidos) St. Paul (EUA), 5 set (EFE).

EFE |

- A Polícia deteve na quinta-feira 396 pessoas em protestos contra a Guerra do Iraque, o que eleva para 818 o número total de detidos durante os dias que durou a Convenção Republicana, disseram hoje as autoridades.

A maioria dos detidos foi colocada em liberdade, explicou a tenente da Polícia Tracey Martin.

Na quinta-feira, da mesma forma que os dias anteriores, ativistas anti-guerra se reuniram nos arredores do Capitólio estadual de Minnesota para iniciar uma passeata rumo ao Xcel Energy Center, onde aconteceu esta semana a Convenção Republicana.

A permissão que os organizadores tinham para os protestos tinha vencido e a Polícia se viu obrigada a dissolver a manifestação com gás lacrimogêneo, granadas especiais e outros meios.

Durante quatro horas, os agentes deixaram que os manifestantes se movimentassem dentro de uma área isolada pela Polícia, mas quando tentaram atravessar uma ponte que leva ao Xcel Energy Center, se viram obrigados a dissolver o grupo e deter os manifestantes.

Cerca de 200 pessoas foram cercadas pela Polícia na ponte, onde foram obrigadas a se sentar e atravessar os braços atrás da cabeça.

Entre os detidos houve pelo menos 19 jornalistas de vários meios de imprensa que estavam cobrindo a manifestação.

A noite na qual o candidato republicano John McCain fez seu discurso de aceitação, acabou com outro incidente, mas esta vez dentro do Xcel Energy Center. EFE cae/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG