Detetives portugueses presenciarão interrogatório com amigos dos McCann

Londres, 7 abr (EFE) - Os detetives portugueses que investigam o desaparecimento da menina inglesa Madeleine McCann na região do Algarve, no sul de Portugal, chegaram hoje ao Reino Unido para presenciar um interrogatório feito com os amigos da família da criança.

EFE |

Uma porta-voz da Polícia do condado de Leicestershire, onde vivem Gerry e Kate McCann, pais de Madeleine, explicou hoje que os sete amigos que estavam em Portugal na noite do desaparecimento da menina, no dia 3 de maio de 2007, serão interrogados como testemunhas.

Liderados pelo investigador responsável pelo caso Madeleine, Paulo Rebelo, os detetives portugueses chegaram ao aeroporto de East Midlands (região central da Inglaterra) e não farão perguntas, mas estarão presentes enquanto a Polícia de Leicestershire realizar o interrogatório a pedido de Portugal.

A Polícia local comunicou que os pais de Madeleine - de quatro anos -, considerados suspeitos pelo desaparecimento de sua filha em Portugal, não serão interrogados.

Ainda segundo as fontes policiais, "as autoridades portuguesas pediram que o conteúdo do pedido e a forma como será realizado se mantenham em segredo".

Segundo a imprensa do Reino Unido, os interrogatórios devem começar nesta terça-feira e se prolongar até o final da semana.

Madeleine desapareceu do quarto em que dormia com seus irmãos gêmeos de dois anos em um centro turístico do Algarve enquanto seus pais jantavam a poucos metros com amigos.

Após seu desaparecimento, Kate e Gerry McCann empreenderam uma intensa campanha por vários países europeus para pedir ajuda à população para encontrar sua filha.

Em setembro de 2007, a Polícia portuguesa declarou os McCann suspeitos pelo desaparecimento da menina, embora os pais neguem qualquer envolvimento no caso. EFE vg/bba/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG