detenção do ex-líder servo-bósnio Radovan Karadzic é um momento histórico para as vítimas, que permite ao Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII) se aproximar do cumprimento de seu mandato." / momento histórico , diz secretário da ONU - Mundo - iG" / detenção do ex-líder servo-bósnio Radovan Karadzic é um momento histórico para as vítimas, que permite ao Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII) se aproximar do cumprimento de seu mandato." /

Detenção de Karadzic é um momento histórico , diz secretário da ONU

Nações Unidas - O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse nesta segunda-feira que a http://ultimosegundo.ig.com.br/mundo/2008/07/21/detido_radovan_karadzic_responsavel_pelo_massacre_de_srebrenica_1460372.htmldetenção do ex-líder servo-bósnio Radovan Karadzic é um momento histórico para as vítimas, que permite ao Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII) se aproximar do cumprimento de seu mandato.

EFE |

A porta-voz da ONU, Michèle Montas, assegurou que Ban felicita as autoridades sérvias "por este passo decisivo rumo ao fim da impunidade dos acusados de cometer graves violações da lei internacional durante o conflito na antiga Iugoslávia".

"É um momento histórico para as vítimas, que esperaram treze anos para que o senhor Karadzic fosse levado à Justiça", disse a porta-voz.

"Esta oportuna e importante detenção permitirá ao TPII se aproximar do cumprimento de seu mandato e de fazer Justiça sobre os graves crimes internacionais cometidos", apontou.

Montas assinalou que Ban se sente "encorajado" pela detenção de um dos fugitivos mais procurados pela Justiça internacional.

"Pôr fim à impunidade é um elemento essencial para alcançar a paz e a Justiça na região, e embora este seja um marco muito importante, o trabalho do tribunal internacional não terminará até que todos os fugitivos sejam detidos e julgados", acrescentou.

Radovan Karadzic, um dos supostos criminosos de guerra mais procurados pela Justiça internacional, foi detido hoje em uma operação realizada pelos serviços secretos da Sérvia.

O ex-líder político servo-bósnio, de 63 anos, é acusado pelo TPII, entre outros crimes, do genocídio de oito mil bósnio-muçulmanos em Srebrenica e de graves crimes de guerra cometidos durante o ataque a Sarajevo.

AP
AP
Karadzic, um dos principais culpados pela morte de 8 mil muçulmanos

Leia mais sobre: guerra da Bósnia  - Srebrenica

    Leia tudo sobre: bósniasérvia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG