Destroços recuperados pela Marinha não são do Airbus

Os destroços recuperados nesta quinta-feira pela Marinha do Brasil não pertencem ao Airbus da Air France que desapareceu sobre o Atlântico, revelou o brigadeiro Ramon Cardoso, diretor do departamento de Controle do Espaço Aéreo da Aeronáutica.

AFP |

"Não havia pallets de madeira neste voo. Não faziam parte da aeronave", disse o brigadeiro sobre a peça de madeira (utilizada para acomodação de cargas) recolhida na tarde de hoje no mar.

"Até o momento, nenhum pedaço da aeronave (da Air France) foi recuperado", destacou o brigadeiro Ramon Cardoso.

O brigadeiro afirmou ainda que o óleo encontrado hoje também não é do Airbus. "O óleo que encontramos hoje não é de avião, é de navio. Era óleo, não querosene".

Durante a manhã, Cardoso havia informado que a Marinha tinha recuperado um fragmento do Airbus A330 utilizado para acomodar bagagem.

O voo AF-447 desapareceu no domingo passado, com 228 pessoas a bordo, quando realizava o trajeto Rio-Paris.

arc/LR

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG