Os destroços do avião A330 que caiu no mar entre o Rio de Janeiro e Paris e que foram encontrados no Oceano Atlântico devem chegar no dia 14 de julho à França e serão enviados ao centro de testes aeronáuticos de Toulouse, informaram nesta quinta-feira fontes da sociedade Airbus.

O Bureau de Investigação e Análises (BEA) francês, encarregado da investigação técnica na França, confirmou que "as peças do A330 encontradas frente ao litoral do Brasil serão examinados neste centro de investigações sob controle da gendarmeria e do BEA".

O transporte dos 640 pedaços encontrados desde que a aeronave caiu no mar em 1º de junho é realizado a bordo do navio mercante "Ville de Bordeaux", um dos três navios utilizados normalmente pela Airbus para trasladar as partes do avião gigante A380 das diferentes plantas europeias para a montagem em Toulouse.

O BEA indicou que não localizou qualquer vestígio de incêndio ou explosão em um primeiro exame visual dos pedaços encontrados.

"Os elementos identificados proveem do conjunto das zonas do avião", explicaram, citando, em particular, os 'galeys' (encaixes para as bandeiras de comida), pedaços do chão do aparelho e coletes salva-vidas não utilizados.

clp/cn/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.