Pequim - Pelo menos 22 pessoas morreram por um desprendimento de barro e pedras na província sudoeste chinesa de Yunnan, enquanto 45 continuam desaparecidas, informou hoje a agência oficial Xinhua.

Fontes do departamento provincial de Assuntos Sociais disseram que mais de 411.000 pessoas de 13 distritos de Chuxiong Yi, e da capital Kunming, sofreram as conseqüências das chuvas torrenciais que castigaram a zona durante o fim de semana.

Um alto funcionário do departamento fala que ainda é cedo para conhecer o número de deslizamentos de terra que puderam ocorrer nas diferentes regiões da província, mas os primeiros números apontam para 1.000 casas destruídas e outros 2.300 afetados.

Mais de 25.000 pessoas em Chuxiong foram evacuadas e 5 equipes de resgate estão ajudando os afetados, junto cerca de 150 soldados, que continuam a busca por desaparecidos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.