Desmoronamento de terra deixa três mortos e nove desaparecidos na Colômbia

Três pessoas morreram e nove estão desaparecidas depois de um desmoronamento de terra neste domingo em um bairro nobre da cidade de Medellín, na Colômbia, informaram as autoridades, que acreditam haver poucas chances de encontrar sobreviventes.

AFP |

Os serviços de socorro conseguiram retirar os corpos de duas crianças, de 12 e 13 anos, primas entre si, e do segurança do condomínio onde ocorreu o desmoronamento, de 44 anos.

Os trabalhos de busca por pelo menos nove desaparecidos continuavam noite adentro, embora com dificuldades, devido à grande quantidade de terra - calcula-se que 68 mil toneladas tenham ruído - e às fortes chuvas.

"Há poucas esperanças de sobreviventes", lamentou o prefeito de Medellín, Alonso Salazar, indicando que quatro casas foram soterradas e várias outras sofreram danos.

"Acho que não há chances de sobreviventes, a não ser por um milagre, porque a quantidade de terra que ruiu é muito grande", concordou o general Dagoberto García, comandante da Polícia de Medellín.

O desmoronamento aconteceu às 05H45 horário local (10H45 GMT), atingindo o condomínio residencial Alto Verde, na área montanhosa do bairro de El Poblado, um dos mais nobres da cidade.

Salazar afirmou que as fortes chuvas em Medellín - segunda maior cidade do país - seriam a causa do desastre, mas indicou que pode ter havido algum problema hídrico que desestabilizou o terreno.

Um oficial da Defesa Civil não descartou que o número de vítimas aumente, mas lembrou que o feriado da segunda-feira pode ter evitado que a tragédia fosse maior.

"Por sorte, muita gente viajou para o feriado", comentou.

Ainda de acordo com a fonte, o resgate das vítimas deve durar entre dois e três dias.

Leia mais sobre: desmoronamento

    Leia tudo sobre: chuvachuvascolômbia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG