Deslizamentos deixam ao menos 25 mortos no Peru

LIMA - Os deslizamentos de terra que aconteceram em consequência das fortes chuvas na região peruana de Huanuco, centro do país, deixaram um saldo de pelo menos 25 mortos, indicou nesta sexta-feira o Instituto Nacional de Defesa Civil (Indeci).

EFE |

O primeiro deslizamento aconteceu ontem na localidade de Cancejos, no quilômetro 46 da estrada que conduz à cidade de Tingo María, em Huanuco. As chuvas levaram à queda de uma colina sobre várias casas, deixando cinco mortos.

AP
Bombeiros e civis trabalham em área destruída por deslizamento de terra em Huanuco

Bombeiros e civis trabalham em área destruída por deslizamento


Horas depois, outro deslizamento, dessa vez na localidade de Ambo, na mesma região de Huanuco, arrasou todo um bairro, destroçando as casas e arrastando seus habitantes até o curso do Rio Huallaga.

Até o momento foram recuperados 25 corpos, embora outras 25 pessoas continuem desaparecidas. Estima-se que o número de mortos aumente nas próximas horas.

Além disso, ao menos 50 pessoas encontram-se feridas e estão sendo atendidas pelas autoridades que conseguiram chegar ao local, de difícil acesso pela própria situação do tempo. Policiais e membros do Exército peruano buscam outras vítimas do deslizamento.

O governo regional entregou, além disso, barracas, colchões e cobertores aos desabrigados, enquanto trabalha em diferentes frentes para evitar que outros morros venham abaixo e sepultem novas casas.

Além disso, também deve destinar dois caminhões e duas retroescavadeiras para tirar o lodo da estrada, onde dezenas de veículos com passageiros que viajavam durante o feriado da Semana Santa ficaram ilhados.

Leia mais sobre Peru

    Leia tudo sobre: peru

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG