Deslizamento em Santiago do Chile mata mulher e deixa menina desaparecida

Santiago do Chile, 6 set (EFE).- Uma mulher de 41 anos morreu e sua filha de 1 ano de idade está desaparecida, depois de um deslizamento de terra que destruiu várias casas e carros hoje, na estrada que dá acesso a Farellones, na zona leste da capital chilena, informaram fontes oficiais.

EFE |

O subsecretário do Interior, Felipe Rosende, confirmou que o corpo da mulher foi encontrado no rio Mapocho, no bairro de Lo Curro, na zona leste da capital, enquanto continuam as operações para encontrar a menina desaparecida.

Rosende disse que as equipes não descansarão até encontrarem o corpo, mas que as buscas serão suspensas às 21h locais, para serem retomadas na segunda-feira de manhã.

O marido da vítima fatal, que a princípio também estava desaparecido, foi encontrado com vida e enviado para um hospital de Santiago, onde se encontra em estado de choque e se recupera de ferimentos leves.

Até o momento, as autoridades divulgaram o balanço de uma morte, uma desaparecida, três levemente feridos, duas casas totalmente destruídas e três residência com danos graves.

O deslizamento aconteceu por volta das 14h30 locais, no quilômetro seis da estrada que une o setor de Lo Barnechea a Farellones, devido às intensas chuvas registradas em Santiago, informou o Escritório Nacional de Emergências. EFE gs/pd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG