Deslizamento deixa pelo menos14 mortos no Cairo

(Atualiza número de vítimas e acrescenta outros detalhes) Cairo, 6 set (EFE).- Pelo menos 14 pessoas morreram hoje e outras 28 ficaram feridas devido ao deslizamento de pedras sobre casas que ficam embaixo de uma área montanhosa do Cairo, informaram à Agência Efe agentes de segurança no local da tragédia.

EFE |

Embora, a princípio, havia informações de que centenas de pessoas estavam presas entre as pedras e os escombros, as fontes disseram que não devem ser muitas, porque as pessoas que moravam nas casas já estavam no trabalho naquele momento.

Acrescentaram que muitas casas da área estavam vazias, porque seus habitantes temiam que ocorresse uma tragédia como a de hoje.

Moradores consultados pela Efe disseram que há três anos tinham avisado de pequenos deslizamentos na encosta que caiu hoje, mas reclamaram que não houve nenhuma atuação oficial.

Os trabalhos de resgate, a cargo de equipes de bombeiros e moradores do lugar, são feitos à mão ou com pás. Também há cães para tentar localizar sobreviventes.

Algumas das pessoas que ficaram presas conseguiram avisar pelo telefone celular seus parentes sobre o lugar onde se encontram.

Centenas de policiais mantêm isolada a zona, para impedir o acesso de curiosos e ordenar os trabalhos de resgate, segundo a Agência Efe comprovou.

Agentes de segurança disseram que houve dois deslizamentos de pedras. Praticamente uma encosta do monte caiu sobre as casas.

Muitas das pedras são grandes, de dimensões superiores aos imóveis sobre os quais caíram.

Na cena do deslizamento, há muita tensão, com dezenas de pessoas chorando e gritando em busca de parentes.

As casas vizinhas na zona da tragédia foram desalojadas e as autoridades locais pediram guindastes a uma construtora para retirar os escombros e as pedras. EFE aj/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG