Deslizamento deixa 2 mortos e 9 desaparecidos na Argentina

Buenos Aires, 10 fev (EFE).- As autoridades de Tartagal confirmaram hoje que duas pessoas morreram e nove continuam desaparecidas após o deslizamento que afetou essa cidade do norte da Argentina, próxima à fronteira com a Bolívia e o Paraguai.

EFE |

As vítimas foram "uma senhora de 75 anos e sua filha de 59", disse Sergio Leavy, prefeito da cidade, onde cerca de 500 habitantes permanecem desabrigados depois que as intensas chuvas na região fizeram as águas do rio Tartagal descerem com força pelas colinas.

O vice-ministro de Desenvolvimento Social argentino, Carlos Castagneto, disse que 10 mil famílias foram atingidas pelo desmoronamento, das quais cerca de 1,5 mil perderam todos os pertences, enquanto aproximadamente 2,5 mil casas sofreram danos.

Por ordem da presidente argentina, Cristina Fernández de Kirchner, que está em visita oficial à Espanha, viajaram à área do desastre os ministros do Interior, Florencio Randazzo; da Saúde, Graciela Ocaña, e de Desenvolvimento Social, Alicia Kirchner.

O Serviço Meteorológico Nacional emitiu hoje um alerta para o norte da província de Salta e outras áreas do país, onde, nas próximas horas, devem começar a ser geradas "novas áreas de tempestade, algumas fortes, chuvas e ocasional queda de granizo".

EFE hd/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG