Deslizamento de terra mata seis crianças e dois adultos em Santo Domingo

Santo Domingo, 27 ago (EFE).- Seis crianças e dois adultos morreram esta madrugada depois que uma rocha rolou sobre a casa onde dormiam no bairro de Guachipita, em Santo Domingo, informou à Agência Efe o diretor da Defesa Civil da República Dominicana, general Luis Luna Paulino.

EFE |

O deslizamento de terra aconteceu à 1h30 hora local (5h30 em Brasília) e também matou a mãe das crianças, Marcia Féliz, e a de sua amiga Carlita Martínez, que dormiam na casa com as crianças, com idades de sete meses, dois, seis, 11, 12 e 15 anos.

"Pelo deslizamento do terreno, uma pedra deslizou com a chuva e passou por cima dessas pessoas, que estavam dormindo", explicou Luna Paulino, que lamentou que o fato tenha acontecido depois de o olho do furacão "Gustav" se afastar do país, na tarde de ontem.

O acidente também deixou dois feridos, que foram transferidos para um centro assistencial e posteriormente para o Hospital Traumatológico de Santo Domingo.

O general expressou ontem à Efe o temor dos órgãos de socorro pelos deslizamentos provocados pelo furacão "Gustav".

"O perigo para nós são as inundações, o aumento do nível dos rios, os deslizamentos de terra", disse na terça-feira.

Após o fato, chegaram ao local a Defesa Civil, Bombeiros e a Polícia, mas só puderam resgatar os corpos inertes.

A República Dominicana se mantém hoje em situação de alerta pela passagem de "Gustav", que durante as últimas horas causou fortes chuvas em todo o litoral sul e sudoeste do país, onde 5.425 pessoas foram evacuadas e 1.085 casas foram danificadas.

De acordo com o último boletim do Centro de Operações de Emergência, divulgado ontem à tarde, 19 províncias dominicanas estão em alerta vermelho, nove em alerta amarelo e quatro em alerta verde.

EFE jsm/wr/gs

    Leia tudo sobre: república dominicana

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG