SAN JOSÉ - Duas meninas morreram soterradas devido a um deslizamento de terra provocado por uma das réplicas do terremoto de 6,2 graus na escala aberta de Richter que atingiu hoje a Costa Rica, e se tornaram as primeiras vítima mortais confirmadas.

As autoridades de socorro informaram que as meninas foram soterradas em sua casa na localidade de Fraijanes, de Alajuela, 50 quilômetros ao oeste de San José, e também reportam muitos desaparecidos.

Uma porta-voz da Cruz Vermelha disse à Agência Efe que a quantidade de desaparecidos e feridos ainda não foi determinada e que seus socorristas estão trabalhando nas zonas mais afetadas por este sismo, um dos mais fortes da última década no país.

O terremoto, de 6,2 graus na escala Richter, sacudiu hoje a Costa Rica, causando danos a prédios das cidades de San José e Alajuela, no centro do país.

Segundo o Observatório Vulcanológico e Sismológico da Costa Rica (Ovsicori), o tremor teve seu epicentro 10 quilômetros ao leste do Vulcão Poás, na província de Alajuela, situado cerca de 60 quilômetros ao noroeste de San José.

O abalo, que foi sentido em quase todo o país às 13h19 locais (17h19 de Brasília), teve uma profundidade de seis quilômetros e algumas réplicas superiores a 4 graus na escala Richter, segundo a fonte.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.