Deslizamento causa pelo menos 12 mortes na China

Acidente ocorreu na província de Yunnan, sul do país. 80 seguem desaparecidos

EFE |

PEQUIM - Pelo menos 12 pessoas morreram e outras 80 seguem desaparecidas no deslizamento de terra que atingiu uma localidade da província de Yunnan (sul da China) na quarta-feira, segundo informação publicada neste sábado pelo jornal oficial "Diário do Povo".

As equipes de resgate recuperaram nesta sexta-feira outros seis corpos em meio ao barro, e os trabalhos de busca dos desaparecidos prosseguirão neste sábado, comunicaram as autoridades locais.

A maioria dos desaparecidos no desmoronamento, causado pelas intensas chuvas, são funcionários de uma mina de ferro na localidade de Puladi, no distrito autônomo de Gongshan.

Segundo o porta-voz da equipe de salvamento, "pelo menos dez caminhões carregados com minério de ferro e 21 casas foram soterradas".

Na mesma localidade, outro deslizamento de terras no último dia 26 de junho causou a morte de 11 pessoas nas obras de construção de uma central hidroelétrica.

O país asiático vive sua pior monção em 12 anos, com mais de 3.400 mortos e desaparecidos desde o início da temporada em maio, com danos comparáveis aos produzidos pelas cheias dos rios Yang Tsé e Songhua em 1998, que causaram mais de quatro mil mortes e deixaram 140 milhões deslocados.

* Com EFE

    Leia tudo sobre: iGChinadeslizamento

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG