Designer de games pede demissão usando jogo de computador

O designer de jogos australiano Jarrard Woods decidiu usar um jogo de computador para pedir demissão de uma das principais produtoras de games da Austrália. Woods, de 30 anos, trabalha há três anos e meio na produtora 2K Australia, com sede em Camberra.

BBC Brasil |

Segundo o jornal Canberra Times, o australiano pediu demissão aos chefes por meio de uma combinação dos jogos criados anteriormente por ele, como o Polychromatic Funk Monkey, e o famoso jogo do Nintendo Super Mario Bros.

O pedido foi apresentado com antecedência de seis meses e veio acompanhado de uma mensagem de despedida: "Obrigada à 2K Austrália! Você me deu um salário, projetos incríveis e um time de primeira classe para aprender juntos. Porém, minha princesa está em um outro castelo. Meu último dia de trabalho será em 5 de junho, portanto eu acho que ainda posso finalizar com: Vai time!"
O jogo foi colocado em seu website www.farbs.org e pode ser jogado por qualquer internauta.

Novos projetos
Woods disse a um jornal local que decidiu encerrar seu contrato na empresa porque tinha novos projetos em mente e se sentia frustrado.

"O problema com esse tipo de trabalho, de jogos experimentais, é que muitas vezes eles não funcionam. É um grande risco", afirmou.

Woods começou a se interessar pelos jogos quando ainda era criança e brincava com o computador Commodore 64, lançado em 1982.

"Os jogos agora são muito diferentes dos que me inspiraram", disse ao jornal.

A 2K Australia foi a empresa que desenvolveu o game BioShock, jogo de tiro em primeira pessoa, para Xbox 360 e Windows.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG