Desfile em Londres em homenagem à vítima dos protestos contra o G20

Centenas de pessoas desfilaram neste sábado em Londres em homenagem ao homem morto por um policial no dia 1 de abril, durante as manifestações contra a cúpula do G20.

AFP |

Vestidos de preto, os manifestantes caminharam pacificamente até o Banco da Inglaterra, perto do lugar onde Ian Tomlison, 47 anos, caiu, vítima de um ataque cardíaco.

O vendedor de jornais, que não participava das manifestações contra o G20, estava voltando tranquilamente para casa quando foi empurrado com violência, por trás, por um policial, segundo imagens de vídeo exibidas em todo o mundo.

Testemunhas também mencionaram golpes de cassetete. Poucos minutos depois de ir ao chão, o homem faleceu, vítima de uma parada cardíaca.

O policial foi suspenso, e uma investigação foi aberta pela IPCC (Comissão Independente das Queixas contra a Polícia).

"Esperamos que o IPCC cumpra com suas obrigações e conduza uma investigação exaustiva, e que medidas sejam tomadas contra qualquer policial responsável pela morte" de Tomlinson, declarou seu enteado Paul King, 26 anos, diante dos manifestantes.

Coroas de flores foram colocadas no lugar onde Tomlinson perdeu a vida.

lv/yw

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG