Desertor norte-coreano é encontrado morto em casa

Segundo agência sul-coreana Yonhap, Hwang Jang-yop, 87 anos, pode ter morrido por problemas relacionados ao avanço da idade

EFE |

AFP
Hwang Jang-Yop é considerado um dos idealizadores da filosofia juche, marxismo adaptado à mentalidade norte-coreana (foto de arquivo)
O mais famoso desertor da Coreia do Norte, Hwang Jang-yop, 87 anos, foi encontrado morto neste domingo em sua casa na Coreia do Sul por causas aparentemente naturais. Ele fugiu do regime comunista em 1997 através da embaixada sul-coreana em Pequim.

Segundo a agência sul-coreana Yonhap, as primeiras informações indicam que Hwang morreu por motivos relacionados ao avanço da idade. Para esclarecer as causas, no entanto, uma autópsia será realizada. O desertor foi secretário do Partido dos Trabalhadores da Coreia do Norte e presidente da Assembleia Popular Suprema do país.

Hwang é considerado um dos idealizadores da filosofia juche - marxismo adaptado à mentalidade norte-coreana e que defende o autoabastecimento.

Desde a sua deserção em 1997, ele fez inúmeras aparições públicas contra o regime comunista de Kim Jong-Il, por isso se considerava ameaçado por Pyongyang.

    Leia tudo sobre: coreia do norteHwang Jang-yopdesertorpyongyang

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG