Desemprego volta a subir na Eurozona e registra 8,2% em janeiro

O desemprego voltou a subir na Eurozona e registrou 8,2% em janeiro, um recorde desde setembro de 2006, com a perda de 256.000 postos de trabalho em relação a dezembro passado, segundo cifras divulgadas nesta sexta-feira pelo departamento europeu de estatísticas Eurostat.

AFP |

A taxa de desemprego na Eurozona (composta por 16 países da União Europeia) era de 8,1% em dezembro passado, segundo dados corrigidos pelo Eurostat.

Um ano antes, em janeiro de 2008, alcançava 7,3%.

No conjunto da União Europeia (UE-27), o desemprego subiu para 7,6% em janeiro de 2009, contra 7,5% em dezembro do ano passado e 6,8% em janeiro de 2008.

A Espanha é o país com a taxa de desemprego mais elevada da União Europeia, com 14,8%, seguido da Letônia (12,3%), indica o Eurostat.

Segundo as estimativas, 18,412 milhões de pessoas estavam desempregadas em janeiro na UE-27, sendo que 13,036 milhões na Eurozona.

Deste modo, o número de desempregados aumentou em um mês 386.000 pessoas na UE-27 e 256.000 na zona euro.

mar/cn

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG