Um desempregado japonês teria morrido de fome em Osaka em um caso raro de pobreza extrema no Japão. O corpo do desempregado, um homem de 49 anos, foi encontrado na casa dele.

Aparentemente, o homem não tinha dinheiro para comprar alimentos depois de perder o emprego.

Segundo o correspondente da BBC em Tóquio Duncan Bartlett, o desempregado não tinha pagado o aluguel da casa nos últimos três meses.

As circunstâncias exatas de sua morte ainda não foram esclarecidas, mas a polícia acredita que não houve crime.

Onda de demissões
O homem teria perdido seu emprego temporário em 2008. Se esta informação for confirmada, ele estaria entre as dezenas de milhares de pessoas que perderam seus empregos depois da onda de demissões em grandes companhias japonesas.

A morte do desempregado de Osaka, segunda maior cidade do Japão, levou partes da imprensa japonesa a transformar o caso no símbolo dos crescentes problemas do país com a recessão, afirma o correspondente da BBC em Tóquio.

Bartlett acrescentou que o sistema de previdência social japonês é muito criticado por não conseguir atender os mais necessitados.

E, de acordo com o correspondente, muitos não pedem o seguro-desemprego e outros benefícios, pois temem a vergonha que isso possa significar frente à sociedade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.