Descoberto potencial marcador terapêutico contra câncer de pele

Madri, 2 abr (EFE) - Uma equipe de pesquisadores internacional descobriu uma via de sinalização celular que poderia se constituir em um marcador terapêutico para o controle e erradicação de tumores na pele.

EFE |

O trabalho, que foi publicado no último número da revista "Nature", esclarece ainda o papel das células-tronco cancerígenas na formação do câncer cutâneo.

Os resultados do trabalho, testado em ratos e que podem ser aplicados em tumores humanos, demonstram que a via de sinalização beta-catenina se encontra anormalmente ativada em tumores escamosos da pele.

Deste modo, se for bloqueada a sinalização da via, é possível obstruir, por sua vez, o crescimento dos tumores e promover a regressão em modelos experimentais.

Os resultados abrem uma nova via para o tratamento dos cânceres de pele, mas ainda são necessários mais estudos para analisar sua eficiência.

O trabalho apresenta ainda novos dados sobre o papel das células-tronco cancerígenas em relação ao câncer da pele.

"A manutenção da estrutura da pele e sua capacidade para se regenerar depende de um grupo de células-tronco localizadas em compartimentos especializados das epidermes", Héctor Peinado, cientista do Conselho Superior de Pesquisas Científicas da Espanha.

A análise da via beta-catenina em ratos comprova que as mencionadas células-tronco cancerígenas apresentam características fenotípicas e funcionais semelhantes às células-tronco saudáveis das epidermes.

Por último, o estudo destas células chegou a outra conclusão: são as responsáveis pela inicialização e a manutenção dos tumores cutâneos. EFE msr/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG