Descoberto na África novo vírus que provoca febre hemorrágica letal

Johanesburgo, 30 out (EFE) - Um novo vírus, que provoca uma febre hemorrágica letal, foi descoberto pelo Instituto Nacional de Doenças Infecciosas (NICD) de Johanesburgo, após quatro pessoas terem morrido em decorrência de contágio com o patógeno nas últimas semanas, informou a agência sul-africana Sapa.

EFE |

"Não há dúvida de que estamos lidando com um novo vírus", disse Janusz Paweska, diretor do Departamento de Patologias Especiais do NICD, que informou que, em colaboração com o Centro para o Controle de Doenças de Atlanta, nos Estados Unidos, o patógeno tinha sido identificado como do tipo arenavírus.

O novo arenavírus, que ainda não tem nome, é diferente de outros descobertos na América do Sul e na África e tem "identidade própria", disse Paweska.

Este novo vírus se soma aos cerca de 100 que afetam os homens e que foram descobertos nas últimas três décadas, dos quais em torno de 75, entre eles o HIV, que provoca a aids, procedem de animais.

O primeiro caso detectado deste novo arenavírus foi o de uma mulher, Cecilia van Deventer, que morreu na África do Sul, para onde foi levada a partir da Zâmbia para receber tratamento.

Uma enfermeira que viajou em um pequeno avião com Cecilia no trajeto de Lusaka a Johanesburgo, uma freira que a atendeu no hospital sul-africano onde foi internada e uma faxineira do centro médico morreram posteriormente em decorrência do mesmo arenavírus.

EFE cho/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG