Descoberto dinossauro de 97 milhões de anos na Austrália

Sydney (Austrália), 26 ago (EFE).- Paleontólogos encontraram os fósseis de um dinossauro, batizado como Zac, que calculam ter vivido há 97 milhões de anos no nordeste australiano, informou hoje a rádio ABC.

EFE |

O paleontólogo Scott Hocknull, do museu de Queensland, disse que ainda é necessário efetuar exames minuciosos, mas acredita que se trata provavelmente de um saurópodes vegetariano ou titanossauro, o que pode ser mais uma nova espécie descoberta pelos cientistas no local.

Hocknull explicou que o exemplar foi batizado de Zac e acrescentou que sua ossada é em princípio mais completa que outras achadas anteriormente.

A descoberta de Zac e das outras ossadas aconteceu num sítio arqueológico próximo à Winton, no estado de Queensland.

"As descobertas feitas este ano confirmam a importância do lugar, não só para a Austrália, mas para ter uma compreensão científica mais profunda da idade dos dinossauros", disse o paleontólogo.

As novas espécies encontradas na zona estão um theropoda e duas classes de titanossauro.

Em homenagem ao poeta australiano Banjo Paterson, que escreveu em Winton seu famoso "Waltzing Matilda" em 1895, os três novos exemplares fósseis tinham sido batizados de Banjo, Matilda e Clancy.

EFE mg/fk

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG